A cartilagem do joelho é um tecido fibroso e elástico que reveste as nossas articulações. É formada essencialmente por colagéneo, água e umas células denominadas condrócitos.

Por ser pouco irrigada por vasos sanguíneos, o tecido cartilaginoso apresenta um baixo potencial de regeneração, embora em alguns casos se forme um tecido cicatricial fibrocartilaginoso (sem as mesmas características da cartilagem normal).

A cartilagem do joelho tem como principal função amortecer impactos (da marcha, corrida, saltos, etc.) e favorecer o deslizamento entre as superfícies dos ossos. Quando a cartilagem está boa não há atrito.

Ao processo de desgaste da cartilagem de uma articulação dá-se o nome de artrose.

Quando a cartilagem articular sofre uma lesão denomina-se uma lesão condral. Caso a lesão afecta também o osso denomina-se por lesão osteocondral.

As lesões da cartilagem do joelho referem-se frequentemente às roturas dos meniscos.

Os meniscos são duas estruturas que temos em cada joelho e que servem para transmitir as forças entre o fémur e a tíbia (como borrachas que absorvem impactos), além de estabilizarem o joelho.

Causas

As lesões da cartilagem podem ocorrer devido a movimentos bruscos de torção, rotação, desaceleração e contacto/impacto.

Podem também ocorrer devido a posições incorrectas prolongadas. Por isso, no caso do joelho, é importante averiguar o alinhamento dos membros inferiores.

São ainda factores relevantes o excesso de peso e as doenças auto-imunes.

Sintomas

O principal sintoma das lesões na cartilagem do joelho é a dor. Na área lesada desenvolve-se um tecido denominado fibrocartilagem. Este tecido não tem a mesma elasticidade da cartilagem e não é tão liso. Os ossos necessitam de deslizar um sobre o outro de forma fluída e suave.

Quando há atrito gera-se inflamação da articulação e dor. Os tecidos envolventes afectados também inflamam e geram dor.

Se um dos fragmentos da cartilagem se soltar pode bloquear o movimento da articulação e gerar bastante dor e inchaço do joelho.

Quando estas lesões persistem por muito tempo, começa a haver perda de massa muscular, devido à diminuição da mobilidade do joelho. Também os ligamentos do joelho sofrem alterações.

Muitas vezes as dores pioram com o clima frio e húmido e a pessoa apresenta dificuldade em subir e descer escadas.

Quase sempre, outras estruturas estão afectadas, como é o caso do tendão do quadrícipe, tendão patelar, pata de ganso (semitendinoso, grácil e sartório), trato/banda iliotibial, etc.

Tratamento para as lesões da cartilagem do joelho

Nos casos agudos, quando ocorre o trauma, devem usar-se canadianas. Além disso, é recomendada a aplicação de gelo durante 20 minutos, várias vezes ao dia, durante 48 horas. Também a elevação da perna é benéfica para facilitar a diminuição do inchaço.

Nesta fase, o tratamento com Acupunctura na nossa clínica é benéfico uma vez que conseguimos produzir um efeito anti-inflamatório e activar mecanismos do corpo que aceleram a recuperação.

Na fase posterior (quando a inflamação desaparece) o tratamento consiste em estimular a cicatrização da cartilagem (o melhor possível). Esse estímulo é conseguido através do aumento e do movimento do líquido sinovial no local.

Para garantir um tratamento eficaz, também trabalhamos os músculos e os ligamentos do joelho que se encontrem afectados.

 

> Marque a sua consulta connosco