A condromalácia patelar refere-se ao amolecimento da cartilagem da patela. Nesta patologia a cartilagem fica mole e, quando a patologia evolui, pode haver uma total destruição da mesma. A cartilagem articular, devido à sua estrutura, tem uma capacidade de cicatrização muito limitada.

A patela/rótula tem como função a melhoria dos movimentos de flexão e extensão, além da proteção da superfície articular anterior da articulação do  joelho.

Como possui conexões com todas as estruturas articulares do joelho, sofre a acção de forças de várias direcções.

Quando estas forças não estão equilibradas*, quando há imperfeições nas superfícies ou formato ósseo, ou quando há um desalinhamento do membro inferior, há uma sobrecarga da face posterior da rótula, que é revestida por cartilagem.

Esta cartilagem permite o deslizamento da patela no fémur durante os movimentos de flexão e extensão do joelho.

A condromalácia condiciona tanto a performance desportiva, como a qualidade de vida de quem a tem.

Sintomas

Os sintomas mais comuns são: dor ao realizar esforços ou depois de estar muito tempo sentado(a), dificuldade em subir e descer escadas, falta de força no joelho ou sensação do joelho falhar.

Estes sintomas podem piorar no Inverno, com o frio e a humidade e apresentar crepitações, ou seja, barulhos ao mover o joelho.

Muitas vezes a dor deve-se a afecções no tendão do quadrícipe, tendão patelar, na pata de ganso (semitendinoso, grácil e sartório), no trato/banda iliotibial, etc.

*Vários músculos estão ligados à patela, permitindo os movimentos do joelho e estabilizando-a. Além dos músculos, também retináculos permitem a estabilidade da rótula. Quando estes não estão equilibrados, geram desalinhamentos da patela.

Tratamento da condromalácia patelar

Na nossa clínica o tratamento começa por uma avaliação cuidadosa a fim de se compreender todos os desalinhamentos e desequilíbrios musculares e articulares, por forma a corrigir a causa do problema e não só aliviar os sintomas.

Desta forma ficará bem ao curto, médio e longo prazo.

Para realizar as correcções são utilizadas técnicas como a Massagem Tui Na, Acupunctura, Ventosas, Moxibustão, Fitoterapia Chinesa, Bandas neuromusculares, Mangnetoterapia, etc.

São também recomendados exercícios para que faça com regularidade, de forma a prevenir o aparecimento dos sintomas e a impedir o agravamento do problema.

 

> Marque a sua consulta connosco