Utilize plantas e suplementos que reforcem o sistema imunitário, como por exemplo astragalus e equinácea, e suplementos à base de probióticos, vitamina C e vitamina D3.

COVID-19 - RECOMENDAÇÕES

Proteja-se a si e aos outros

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Direção Geral da Saúde (DGS) recomendam medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença.

Lave as mãos frequentemente

Lave as mãos sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou, se não for possível, com solução à base de álcool a 70%.

Aumente a distância social

Mantenha uma distância de segurança entre si e as outras pessoas de cerca de um metro.
Evite cumprimentar com aperto de mão ou beijo, assim como outro contacto físico.
Evite o contacto próximo com pessoas com infeção respiratória.

Aumente as medidas de higiene

Tape o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deite sempre o lenço de papel no lixo.
Evite tocar na cara com as mãos e evite partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado.

AS NOSSAS RECOMENDAÇÕES

Evite ingerir bebidas frias. Prefira bebidas quentes, como infusões.
Porquê?
As bebidas frias debilitam o sistema imunitário, uma vez que o corpo será forçado a utilizar parte da energia para as aquecer, em vez de a utilizar para defender o corpo.

Mantenha a calma.

Porquê?
O stress estagna o fluxo da energia do corpo e não permite que o sistema imunitário funcione no seu ponto ótimo.

Não alimente o medo e a ansiedade. Leia apenas as notícias essenciais. Evite a tv.

Porquê?
A ansiedade estagna o fluxo de energia no corpo, fazendo com que o sistema imunitário não seja tão eficaz.

Caso apresente sintomas leves de tosse pode recorrer a infusões de menta/hortelã-pimenta, sabugueiro, alcaçuz e equinácea. Utilize o mel com frequência e coma pêras  (cruas ou cozidas) várias vezes ao dia.
Porquê?
Esta combinação está indicada para casos de tosse e febre devido às suas propriedade imunoestimulantes (aumentam o sistema imunitário). 
O mel e as pêras facilitam o bom funcionamento dos pulmões.

Caso tenha necessidade de aguardar no exterior dos estabelecimentos comerciais, agasalhe-se convenientemente e proteja bem o pescoço.
Porquê?
Se apanhar um resfriado o seu sistema imunitário fica debilitado.

Proteja-se a si e aos outros e siga as recomendações da DGS.
Porquê?
São as recomendações oficiais. A DGS é a autoridade de saúde do governo português. É responsável por orientar e desenvolver programas de saúde pública.

Faça exercício físico moderado: no máximo 30 minutos/dia.
Porquê?
O exercício moderado vai estimular o sistema imunitário, sem o debilitar.

Utilize plantas e suplementos que reforcem o sistema imunitário, como por exemplo astragalus e equinácea, e suplementos à base de probióticos, vitamina C e vitamina D3.
Porquê?
Um sistema imunitário forte combate o vírus de forma mais eficaz.

Sempre que as condições meteorológicas forem favoráveis (não estiver frio nem vento), apanhe sol.
Porquê?
Ao apanhar sol, o corpo sintetiza vitamina D3, que aumenta o sistema imunitário.

Evite a ingestão de laticínios.
Porquê?
Diminuem a eficácia do sistema imunitário. Aumentam a mucosidade no interior do corpo, abrandando o fluxo de energia.

 Evite refeições pesadas e tardias.
Porquê?
O corpo terá de despender mais energia para fazer a digestão e essa energia não poderá ser usada pelo sistema imunitário para o/a proteger.

Prefira alimentos cozinhados e coma-os enquanto estão quentes. Evite alimentos frios e crus.
Porquê?
Alimentos frios e crus fazem com que o corpo direcione mais energia para os "aquecer e cozinhar" depois de serem ingeridos, tornando o sistema imunitário menos ativo.

Deite-se cedo, por volta das 22h00-23h00.
Porquê?
Como todos sabemos: "Deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer." Pode não querer crescer, mas saúde certamente quer ter :)

Coma nabos e pêras (cozidos ou crus) com frequência.
Porquê?
Os nabos e as pêras previnem o aparecimento de tosse.

Evite ingerir bebidas frias. Prefira bebidas quentes, como infusões.
Porquê?
As bebidas frias debilitam o sistema imunitário, uma vez que o corpo será forçado a utilizar parte da energia para as aquecer, em vez de a utilizar para defender o corpo.

Mantenha a calma.

Porquê?
O stress estagna o fluxo da energia do corpo e não permite que o sistema imunitário funcione no seu ponto ótimo.

Não alimente o medo e a ansiedade. Leia apenas as notícias essenciais. Evite a tv.

Porquê?
A ansiedade estagna o fluxo de energia no corpo, fazendo com que o sistema imunitário não seja tão eficaz.

Coma mel e pêras (cozidas, assadas ou cruas) com frequência.
Porquê?
O mel e as pêras previnem o aparecimento de tosse seca porque lubrificam os pulmões.

Sempre que as condições meteorológicas forem favoráveis (não estiver frio nem vento), apanhe sol.
Porquê?
Ao apanhar sol, o corpo sintetiza vitamina D3, que aumenta o sistema imunitário.

Caso tenha necessidade de aguardar no exterior dos estabelecimentos comerciais, agasalhe-se convenientemente e proteja bem o pescoço.
Porquê?
Se apanhar um resfriado o seu sistema imunitário fica debilitado.

Proteja-se a si e aos outros e siga as recomendações da DGS.
Porquê?
São as recomendações oficiais. A DGS é a autoridade de saúde do governo português. É responsável por orientar e desenvolver programas de saúde pública.

Faça exercício físico moderado: no máximo 30 minutos/dia.
Porquê?
O exercício moderado vai estimular o sistema imunitário, sem o debilitar.

Utilize plantas e suplementos que reforcem o sistema imunitário, como por exemplo astragalus e equinácea, e suplementos à base de probióticos, vitamina C e vitamina D3.
Porquê?
Um sistema imunitário forte combate o vírus de forma mais eficaz.

 Evite refeições pesadas e tardias.
Porquê?
O corpo terá de despender mais energia para fazer a digestão e essa energia não poderá ser usada pelo sistema imunitário para o/a proteger.

Evite a ingestão de laticínios.
Porquê?
Diminuem a eficácia do sistema imunitário. Aumentam a mucosidade no interior do corpo, abrandando o fluxo de energia.

Prefira alimentos cozinhados e coma-os enquanto estão quentes. Evite alimentos frios e crus.
Porquê?
Alimentos frios e crus fazem com que o corpo direcione mais energia para os "aquecer e cozinhar" depois de serem ingeridos, tornando o sistema imunitário menos ativo.

Deite-se cedo, por volta das 22h00-23h00.
Porquê?
Como todos sabemos: "Deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer." Pode não querer crescer, mas saúde certamente quer ter :)

Caso apresente sintomas leves de tosse pode recorrer a infusões de menta/hortelã-pimenta, sabugueiro, alcaçuz e equinácea. Utilize o mel com frequência e coma pêras (cruas ou cozidas) várias vezes ao dia.
Porquê?
Estas plantas são imunoestimulantes (aumentam o sistema imunitário) e estão indicadas para casos de tosse e febre. 
O mel e as pêras facilitam o bom funcionamento dos pulmões.

covid_19