/Artrite
  • artrite

Artrite

A artrite carateriza-se por um processo inflamatório nas articulações. Apresenta-se sob a forma de dor, calor, vermelhidão, derrame articular e limitação de movimento.

A artrite inflamatória é uma doença auto-imune, ou seja, o sistema defensivo do corpo (sistema imunitário), em vez de atacar apenas as substâncias nocivas externas, ataca os tecidos saudáveis, do próprio corpo.

As artrites podem afectar apenas uma articulação (monoartrite) ou afectar várias articulações (poliartrite). As artrites mais comuns são a artrite reumatóide, a espodilite anquilosante, a artrite psoriática (artrite presente em pessoas com psoríase) e o lupus eritematoso sistémico.

Pode afectar homens e mulheres em diferentes faixas etárias.

Diferença entre artrite e artrose

A artrose, ou osteoartrose, corresponde ao desgaste das cartilagens e ligamentos. É uma doença degenerativa que se manifesta em pessoas com mais de 50/60 anos de idade. Pode levar ao aparecimento de contracção muscular exagerada (para proteger e estabilizar o local afectado) e esporões (aumento do osso).

Enquanto a artrose indica desgaste, a artrite indica inflamação.

Causas da artrite

Como causa da artrite, há que ter em conta a componente genética. É um factor importante para este problema. Considera-se que existe um factor latente (sem sintomas aparentes) no organismo, que perante determinados fatores externos faz com que os sintomas se manifestam, com mais ou menos intensidade.

De entre os fatores externos que fazem com que os sintomas da artrite se manifeste incluem-se o vento, o frio, o calor, a humidade, certos alimentos e determinados estímulos emocionais.

O papel do sistema imunitário também é fundamental para a explicação desta patologia, uma vez que é o sistema imunitário que reconhece as próprias células como estranhas e as ataca.

Este comportamento do sistema imunitário causa uma resposta inflamatória nas articulações e noutros tecidos do corpo.

Sintomas da artrite

Os sintomas mais comuns são a dor, vermelhidão e inchaço das articulações. Há dificuldade em movimentar as articulações afectadas devido à dor e ao inchaço. É comum apresentarem dor ao toque.

Além destes sintomas locais, quem sofre deste problema pode ainda apresentar outros sintomas sistémicos, como febre, irritação, cansaço, falta de energia, dor de cabeça, perda de apetite, rigidez muscular, etc.

É importante saber que a inflamação pode afectar os órgãos, como o coração, pulmões, rins, olhos, músculos, vasos sanguíneos, etc. Quando um dos órgãos é afetado, apresenta sinais e sintomas associados às funções que desempenha. Por exemplo, se os órgãos afetados são os rins, podem surgir sintomas de hipertensão ou insuficiência renal.

Tratamento da artrite

O tratamento aplicado para o controlo da artrite depende dos factores que fazem com que esta se manifeste e da constituição física do paciente.

Como referido neste artigo, a artrite advém de uma componente genética e que, devido a determinados factores como o vento, o frio, o calor, a humidade, certos alimentos e determinados estímulos emocionais, os sintomas se podem manifestar com mais ou menos intensidade. Portanto, o tratamento a aplicar será determinado consoante estes factores, de forma a ser o mais adequado para si.

O nosso tratamento consiste na prescrição de suplementação natural (fitoterapia), ou seja, suplementos naturais feitos à base de plantas, com o objectivo de eliminar os factores que desencadeiam a artrite. Desta forma os sintomas (dor, inchaço, vermelhidão, limitação de movimento) desaparecem. Além disso, a suplementação prescrita irá também permitir modular a resposta do sistema imunitário.

Os nossos tratamentos são 100% naturais e não têm efeitos secundários.

Dependendo do estado do paciente, o tratamento pode ser complementado com tratamento local (acupunctura) para o alívio da dor e do inchaço das articulações afectadas, restabelecimento da mobilidade articular e fortalecimento muscular.

2018-06-29T11:21:59+00:00

Marque aqui a sua consulta