Atualmente cada vez mais pessoas sofrem de insónia. Esta caracteriza-se essencialmente pela dificuldade em adormecer ou pela interrupção do sono durante a noite.

Segundo a Medicina Chinesa, a insónia deve-se essencialmente a: 1) uma hiperactividade do corpo, 2) uma insuficiência de nutrientes ou 3) problemas digestivos.

  1. Hiperactividade: Esta pode dever-se a factores emocionais, stress, ao excesso de alimentos picantes, álcool, consumo excessivo de carne ou devido à insuficiência de determinados nutrientes.
  2. Insuficiência de nutrientes: Na Medicina Chinesa esta causa está enquadrada no vazio de yin*. Por outras palavras, caracteriza-se pela falta de nutrientes que geram tranquilidade e relaxamento ao corpo. Na falta destes, a pessoa fica contraída, tensa e hiperativa. Podemos comparar a uma fogueira na qual dispomos de pouca água (nutrientes) para apagar o fogo (hiperactividade).
  3. Problemas digestivos: Quando há paragem digestiva ou existem dificuldades em fazer a digestão, a pessoa não consegue dormir porque o corpo precisa de estar acordado, ativo para primeiro “desfazer” os alimentos.
  4. Outras causas: Demasiada luz no quarto, ver televisão ou estar no computador antes de ir dormir e o consumo de estimulantes (exemplo: café, chá preto, etc.) são outras das causas que afectam a qualidade do sono.

Como podemos ajudá-lo?

Primeiro realizamos um diagnóstico para determinar qual a causa do seu problema. Depois será aplicada a terapêutica adequada para combater o seu problema, podendo incluir a acupunctura, a fitoterapia (ervas medicinais chinesas), a alimentação e massagem tui na (massagem terapêutica chinesa). Além disso serão ainda recomendadas alterações ao estilo de vida, para que os resultados se prolonguem no tempo.

Os nossos tratamentos são naturais, eficazes são personalizados e adequados ao seu problema específico e à sua condição em particular.

* Existem dois tipos de energia: yin e yang. Representam energias opostas, que se complementam e interagem e são relativas a algo, como por exemplo o frio e o calor, a hiperactividade e a tranquilidade, pesado e leve, a região superior e a inferior, o exterior e o interior.

Quatro dicas para melhorar a qualidade do seu sono: