Muitas pessoas têm dúvidas quanto ao emagrecimento através da Acupuntura e da Medicina Chinesa. Deixamos aqui resposta às perguntas que recebemos com mais frequência.

É possível emagrecer através da acupuntura?
Sim, é possível. Através do aumento do metabolismo o organismo fica mais hábil no processamento dos alimentos e eliminação das toxinas e gorduras acumuladas.

Também funciona para gordura localizada?
Sim. Há pessoa que não pretendem perder peso, mas sim diminuir gordura localizada (barriga, coxas, anca, pernas, etc.). Os nossos tratamentos são também adequados para estes casos.

É mesmo só com acupuntura?
Em cada sessão, usamos não só acupuntura, mas também técnicas de massagem de emagrecimento com géis próprios, para além de acoselhamentos/correções alimentares e da fitoterapia chinesa.

Tenho de fazer dieta?
Não é necessário fazer dietas com quantidades reduzidas de comida. Não tem de passar fome. Vamos aconselhá-lo quanto aos alimentos que deve e não deve incluir na sua dieta, avaliando cada caso individualmente.

Tenho de fazer exercício?
É certo que o exercício físico pode ajudar no emagrecimento, mas a falta deste não deve ser vista como a causa principal do excesso de peso.

Quanto tempo demora?
Depende da condição inicial do paciente, do seu objetivo final, da velocidade com que o seu organismo reage ao tratamento, da periodicidade das sessões e da sua cooperação connosco relativamente ao aconselhamento que recebeu.

Quando se começam a ver resultados?
Também depende dos fatores referidos na pergunta anterior. É muito variável. No entanto, após a primeira sessão 99 % dos pacientes refere que se sente menos inchado.

Como sei se a minha alimentação é adequada?
Na primeira consulta irá responder a algumas questões relativamente aos seus hábitos alimentares e em seguida irá ser feito um aconselhamento/correção desses hábitos. Nas sessões seguintes, e sempre que tiver alguma questão poderemos voltar a abordar este assunto.

Qual deve ser a periodicidade das sessões?
A periodicidade mínima recomendada é de uma vez por semana. Se tiver disponibilidade poderá vir 2 ou 3 vezes por semana, sendo neste caso o tratamento mais intensivo.